Palavras

por Sérgio Araújo

O homem louco

Quando as folhas dançam no ar

O cheiro do mar

Raposa dos campos e o homem louco

Livre para o futuro

Espírito de asas ligeiras

O homem intrépido

O homem que sou chora diante da beleza

Que nunca morre

E o espírito do homem louco é livre

Dançando sobre a grama molhada

Voa para o nada.

 

por Sérgio Araújo

Share
The following two tabs change content below.
Poeta e Professor.

Latest posts by Sérgio Araújo (see all)


Categorised as: Poesia



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *